Tristeza



2010 não está nem na metade e já presenciamos tragédias gigantescas, como os terremotos, furacões, as chuvas que assolam nosso país ou a neve excessiva no inverno dos países do hemisfério norte. Tudo grandioso na capacidade de destruição. Tudo isso acontecendo e não escrevi nada a respeito por aqui. Não sou uma alienada, ou pior, insensível ao drama das pessoas que estão nas regiões afetadas. Simplesmente não tenho o que dizer sobre tanta tragédia, caso escrevesse sobre cada um dos acontecimentos acabaria apenas replicando as palavras que são publicadas em todos os lugares: tristeza, pavor e dor. Pensei sim em escrever sobre cada uma das tragédias, mas na hora nada saía, simplesmente não há palavras que alcancem a dimensão do que as imagens da tv nos trazem. De longe já é absurdamente terrível, quem vivenciou as tragédias de perto deve ficar atordoado diante de tanta desgraça. Nestes últimos dias tem sido difícil ver os telejornais ou ler as notícias pela internet. O dilúvio que atingiu o estado do Rio de Janeiro provocou tanta destruição, tanta morte. E cada dia parece que a situação só piora, a cada notícia mais histórias desesperadoras. Eu fico paralisada quando escuto que alguém perdeu a família toda na tragédia. Como uma pessoa pode ter forças para viver depois disso? Me apavoro com isso. Não dá para imaginar o que uma pessoa nesta condição sente. Não há consolo. O mais cruel de tudo é que vemos que muitas situações de morte podiam ser evitadas, a chuva não tem culpa sozinha. A destruição alcançou este patamar absurdo por conta do descaso dos governantes que fecham os olhos para as necessidades primárias da cidade e dos cidadãos que vivem em condições inadequadas. E no meio de tanta desgraça é mais absurdo ainda ver o estado do Rio recusando ajuda. Para quê tentar ser auto-suficiente numa hora assim? Os outros estados se oferecendo para mandar equipes de socorro e o governo do Rio dizendo que eles têm contigente suficiente. Surreal e cruel. Que as autoridades de lá se empenhem em salvar as pessoas e parem com jogos políticos. A nós cabe rezar por estas pessoas e ajudar da maneira que podemos. Que a situação melhore. Que as pessoas tenham forças para superar tanta dor.


Comentários

  1. OI Marion
    Eu acompanho tudo de longe, de dez noticias onze são tragedias, infelizmente a natureza tem uma força muito maior do que a capacidade humana possa imaginar ou prever.
    Talvez esses eventos já estejam acontecendo a anos, milhares de anos, porém nós não temos como imaginar.
    Essas catastrofes são naturais, sim muitas vezes por falta de planejamento, mais tb fico indgnado qd o povo clama por ajuda e o governo em seus apartamentos nem ao menos largam seus copos de wisky.
    Resta-nos rezar, e votar melhor, para que as coisas melhores, não podemos lutar pela natureza, temos que sobreviver a ela.
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Belo texto.
    Eu também nunca postei nada sobre esse assunto, fiquei até com vergonha agora, mas como você disse, às vezes a gente simplesmente não sabe o que dizer.
    Eu lamento pelas pessoas que já estejam vivenciando essas catástrofes de perto e MORRO DE MEDO de passar por coisa parecida em breve.

    ResponderExcluir
  3. Gammelo, nestas horas a gente vê como a natureza é forte. A gente não é nada perto da natureza. E eu também fico indgnada com os governantes que nada fazem de concreto para melhorar a situação.

    Renato, quando eu não sei o que dizer eu prefiro não dizer coisa alguma. Mesmo que possam pensar que estou ignorando as tragédias. Hoje acordei triste, impressionada com as notícias que vi aí saiu o post. Foi natural. Assim que tem que ser,não adianta forçar um post apenas porque o assunto latente naquele momento. Não se envergonhe.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi Marion!!!

    Realmente o ano mal começou e já presenciamos tais tragédias. Aqui no RJ foi uma loucura essa semana, foi o caos completo... nunca vi chover tanto e causar tantos problemas em tão poucas horas...

    Os políticos daqui são muito hipócritas, pois não custava nada aceitar ajuda dos outros estados e ficam falando coisas que não são a verdade de fato...

    Bjosss querida!

    www.criatividadeenostalgia.blogspot.com
    www.vieouviporai.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Marion, é tudo artimanha. Eu saí do meu lugar para roubar a sua atenção. É que disseram que escrevi coisas fantásticas. Eu não sei. Não sei não. Eu apenas falei o que me veio na lata. É tudo artimanha, uma maneira de receber um pouco mais de atenção. Não sei. Não sei não. Parece que todos querem um pouco mais de atenção. É frio, mas é verdadeiro. Roubamos enquanto pedimos por mais atenção.
    É tudo artimanha; é um mover-se, um coçar-se, um andar com o olhar perdido nas pessoas, na cidade.

    Abraço sincero, e hoje é isso, e não menos que isso; estou divulgando o meu “O Cavaleiro da Triste Figura, e poderia estar matando, roubando, ou estuprando por sua atenção, mas estou pedindo, pedindo para que vá ao http://jefhcardoso.blogspot.com e diga o que achou. Já roubei muita gente e agora, sinceramente, quero roubar você.

    ResponderExcluir
  6. Oi Vi! Realmente acho que os culpados por tanta tragédia são os políticos. A chuva apenas enfatizou os problemas que todos já sabiam que existiam , mas que nada faziam. Beijos!

    Jeth, obrigada pela visita. Depois passo lá para conhecer o seu blog.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Ovono

Papel e caneta