Amplificador


O Twitter ao mesmo tempo que é um limitador de pensamentos, pois temos sempre que podar o que queremos dizer para que a mensagem tenha no máximo 140 caracteres, é um amplificador de idéias. Tudo que ali é escrito repercute, gente de todo canto pode ver nossa mensagem. Vez ou outra eu me assusto quando vejo que algo que eu postei foi retuítado por alguém que nunca vi na vida. Mas isso exemplifica bem o que acontece com algo que se escreve por lá.  Uma vez postado a gente perde o controle do que escreveu. Pode ser que fique ali paradinho na sua página, mas pode ser algo que atraia a atenção de muitos e pronto. A mensagem que era, a príncipio, para seu grupo de seguidores já rompeu fronteiras. Se  é uma mensagem bacana ou mesmo apenas um tweet engraçadinho é ótimo que isso aconteça. Mas se o tal tweet foi uma baita mensagem sem noção, algo escrito sem pensar? Pode gerar problemas, pois, ao contrário do que muitos pensam, a internet não é uma terra sem lei. A internet nada mais é que uma parte do nosso mundo real e tudo que aqui acontece está sujeito às mesmas leis que na vidade real. Tudo tem conseqüência. Por isso eu sempre penso bem antes de clicar no botão Tweet. Claro que a gente pode apagar uma mensagem que se arrependeu de postar, mas o arrependimento pode vir tarde demais e a tal mensagem indevida já pode ter caído na boca do povo no momento que a gente for apagar. Aí já era. Todo mundo já leu e aquele tweet impensado já ficou eternizado em outro canto. Não adianta mais apagar. 

Realmente me espanta como as pessoas escrevem barbaridades na internet e não medem as conseqüências, como os revoltados com o resultado da eleição presidencial  que primaram pelo preconceito em suas mensagens de desabafo. Tudo indica que logo logo vão responder a processos por racismo. O mais estarrecedor de tudo é ver que pessoas ainda têm este tipo de pensamento pobre de julgar uma pessoa por sua origem, que foi o caso da polêmica pós-eleição no Twitter. Na verdade tudo isso só evidencia a falta de habilidade de muitos para expressar um pensamento divergente. Não sabem como discordar sem agredir. Não sabem expor um ponto de vista distinto embasado com idéias e externam sua discordância por meios de agressões. Triste ver como  as pessoas têm pensamentos limitados hoje em dia. O que adianta a evolução tecnológica sem a evolução do pensamento humano?  Triste o reflexo da sociedade que vemos no Twitter e nos demais cantos da Internet. Espero que algum dia o reflexo da sociedade na internet seja mais positivo. Que cada vez menos vejamos manifestações de ódio na rede. 

 

Comentários

  1. Eu acho que o problema não é só a internet, o povo em geral está cada vez mais egoísta e olhando só pro próprio umbigo. Todo mundo quer seus direitos e esquece os deveres, e confunde liberdade com falta de limites (liberdade de expressão, inclusive). Eu acho que é uma geração criada cada vez mais sem limites, que não sabe ouvir um "não", que não sabe que tem hora certa pra tudo, não é só fazer as coisas conforme dá vontade.
    A internet só tornou muito mais público o que acontece na "vida real", já que tem um alcance infinito. Mas a falta de bom senso e educação me parece um problema cada vez maior na nossa sociedade. Tem horas que eu penso, realmente, que o Brasil precisa de novo de uma ditadura. Precisa sofrer um pouco, pra aprender a dar valor e usar corretamente a liberdade que nossos pais/avós conquistaram com tanto sacrifício!

    (uma das coisas que acho patética nos jovens de hoje é fazer "protesto" no twitter. Imagina se na época do Collor fosse feito assim... teríamos cinco impeachments, com certeza hehehe. É mto fácil os almofadinhas sentados lá no conforto da sua casa escreverem uma linha no computador e acharem que sua parte tá feita...)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. um escritor escrevia isso um dia desses no blog dele, como as pessoas dissipam sem pensar o ódio por outras pessoas. tanto q entendo qd alguns atores se retraem, pq aqueles q não são tão "fofos" e carismáticos, q são mais intensos, fomentam um ódio em algumas pessoas assustador. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  3. Rê, acho que não precisamos de algo tão radical como uma ditadura , bastava os pais darem limites para seus filhos e deixarem as escolas colocarem limites tb. Hoje parece que é proibido dizer não aos filhos. Por isso estão todos descontrolados.

    Pedrita, realmente assusta esta expressão de ódio desmedida. Parece que não basta discordar, tem que odiar o que não se gosta.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. OI Marion
    Por uma dessas que eu limitei quem pode me seguir no twitter. Embora eu não esreva nada comprometedor e sempre penso na hora de dar os RT.
    Mas tomo o maximo de cuidado quando escrevo por lá.
    Bjo

    ResponderExcluir
  5. Gammelo, tem que ter cuidado mesmo se quem verá suas postagens é um grupo reduzido. A gente nunca sabe o que vão fazer com o que escrevemos.

    Beijos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Meus Furacõezinhos!

Ovono