Prato verde




Quando olhei para o meu prato no jantar da segunda-feira até me espantei. Totalmente diferente das minhas refeições habituais. Nada de arroz, só um pouco de carne e muitos vegetais. Havia no meu prato brócolis, cenoura e um purê feito de mandioquinha, batata doce e abóbora. E eu comi tudo e com gosto. Nem eu acredito nisso que acabei de escrever, pois nunca fui de comer vegetais. Salvo tomate, cebola e batata. O resto sempre evitei o máximo possível. Nunca gostei, na verdade sempre achei sem graça tudo que era verde. Mas agora estou gostando de comer legumes. Mesmo. Acho que agora resolvi levar à sério a minha resolução de ano novo de comer mais verde em 2010. Tudo bem que está meio em cima da hora, mas ainda é 2010. Não que eu não tenha comido nada de legumes este ano, mas estava restrita ao brócolis, que alcançou um posto permanente na lista das minhas comidas preferidas. Mas agora estou curtindo ter o tal prato colorido que tanto as nutricionistas falam. Nesta última semana foram  três refeições verdes e eu gostei muito. Me senti bem alimentada e mais leve. Vamos ver se os outros legumes conseguem figurar na minha lista de preferências gastronômicas como o brócolis e o tomate.  Sinceramente, espero que sim. :) 




Nota da blogueira: Não pensem que a blogueira aqui está virando vegetariana. Longe disso. Adoro comer carne e nunca vou riscar este item do meu cardápio, mas estou gostando de comer mais leve, de ter mais vegetais na dieta. Acho que isso me fará bem.



 

Comentários

  1. Eu tbm estou aprendendo aos poucos a comer mais verde. Tem coisas que não consigo mesmo, tipo abobrinha e berinjela, mas outras me adaptei bem, brócolis foi uma delas. Realmente as refeições verdes deixam a gente mais leve mesmo depois de comer bastante. Mas o que me impede de implantar isso no dia a dia é a chatice de preparar esses pratos. é tão mais fácil cozinhar arroz e feijão e grelhar um bife!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. adoro pratos verdes, ainda mais quando tem tons de vermelho, roxo e amarelo no meio, infelizmente devido a distancia dos centros de produção e a baixa produtivoidade e a pouca variedade associada aos altos preços dos vegetais em Manaus como eles em doses homeopáticas (Aqui um pé de alface não sai por menos de 2,50)
    Bjo

    ResponderExcluir
  3. Rê, concordo. Dá trabalho demais e suja louça demais! Nestes dias de comida mais verde a minha pia ficou assustadora de tanta coisa para lavar. A comida "menos" saudável é mais prática mesmo.

    Pedrita, eu até queria gostar assim de verduras. Quem sabe um dia!

    Gammelo, nossa mas em Manaus tudo é complicado né? Internet é rareifeita e o alface é caro!

    Beijos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Ovono

Papel e caneta