Justiça?



Hoje  em dia parece que há desculpa para tudo. Se a mulher largou o filho na caçamba é porque tem depressão pós-parto. Se o cara invadiu uma escola e matou as crianças é porque sofreu bullying.  O coroa matou a moça, por quem nutria uma paixão platônica, porque a amava demais e ficou trantornado por não ser correspondido. E todas as desculpas são colocadas com o claro intuito de amenizar o ato cruel cometido pelo autor do crime. Para mim não há atenuantes para crimes assim. Acho que quem comete atos de crueldade sabe sim o que está fazendo e o faz porque quer. Outro tipo de atenuante  bastante usado, quando se relata um assalto seguido de morte, é a reação da vítima. De acordo com este raciocínio, se a vítima reagiu e foi morta, a culpa é dela, afinal ela reagiu. Se tivesse se comportado direitinho, sem esboçar reação, nada de mal lhe aconteceria o ladrão teria feito o seu trabalho sem nenhum incidente. Eu fico com muita raiva quando eu escuto ou leio coisas assim nos jornais do país. A culpa é do ladrão e ponto. Não importa o comportamento da vítima. Como culpar a vítima por sua reação?  É um momento de tensão que ninguém está preparado para vivenciar e que ninguém sabe como vai se comportar. Acredito que a reação durante um assalto é instintivo, a pessoa não pensa no que está fazendo, não há tempo para planejar uma reação. É muito desanimador ver que estamos acuados na mão dos bandidos e que quando eles matam a culpa recai para a vítima. Não se pode continuar assim, criando-se atenuantes para cada ação violenta que acontece. A lei tem que ser dura, não pode dar mais direto aos réus do que às vítimas. O que vemos em nosso país é sempre os acusados com  mais e mais direitos de defesas. Infelizmente a lei favorece o acusado. No cuidado de não cometer injustiças, de não condenar um inocente, o que vemos são advogados se aproveitando das brechas da lei para safar seus clientes da condenação. Eles fazem tudo dentro da lei, mas tudo fora da ética. Hoje a impressão que eu tenho que os advogados de defesa só se empenham para livrar o seu cliente, sem se preocupar em fazer valer a justiça. Em vez de um jugalmento justo, os advogados buscam a absolvição a qualquer custo. Desanimador. 

 

Comentários

  1. Também não acredito nessa "justiça" que temos por aqui. É até irônico, dar tantas brechas para que ninguém seja condenado injustamente, mas com isso muitos inocentes ficam sem a justiça que merecem pelas atrocidades que sofrem. Tenho certeza que meia dúzia de penas justas, severas e bem aplicadas já faria muita gente pensar duas vezes antes de fazer tanta bobagem. Pena que os responsáveis por aplicar as penas no Brasil aparentemente não pensem assim...
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Oi Marion
    Infelizmente é assim, até mesmo quando o assunto é meio ambiente,
    Infelizmente os bandidos tem muito mais ajuda que qm sofre
    bjo

    ResponderExcluir
  3. a questão das mulheres largando os filhos é da falta de planejamento familiar. deixam tudo solto, sem informação, apoio. não acho q isso justifique abandonar, mas é muito complexo. é incrível um país como o nosso que ainda permitam que mães tenham filhos como coelhos e não permitam educação para que elas aprendem a não procriar tanto. fora o machismo que volte e meia fazem mulheres cederem de usar camisinha. se toda a criança q tivesse bullying saísse matando muitas escolas teriam tragédias, é realmente simplista dizer q foi buylling. ele se isolava pela doença dele. se ali teve amigos q sofreram buylling, pode ser, mas ele se isolava pq tinha uma doença q gera o isolamento. tb me irrito com esses excessos de rótulos.

    ResponderExcluir
  4. Rê, também acho que se as leis fossem cumpridas com rigor aqui muita gente pensaria duas vzes antes de virar criminoso.


    Gammelo, acho que é difícil cumpri a lei m qualquer área. Uma tristeza.

    Pedrita, concordo com você. Não justifica a crueldade, pois a mulher deixou o filho pra morrer e não na porta de alguém.
    Mas aqui no Brasil falta uma política severa de controle de natalidade. Eu acho que deveriam operar todo mundo com mais de 2 filhos e sem condições. Mas ninguém tem coragem, sempre falam que não se pode esterelizar as pessoas assim , de forma arbitraria. Eu acho que não se pode deixar a ficar nascendo criança sem controles. As crianças nascem pra ter uma vida sem amor , carinho e qualquer outra condição. Aí viram pessoas sem futuro algum. Uma tristeza só.


    Beijos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Meus Furacõezinhos!

Ovono