Em Casa





O capítulo de ontem de "Tapas & Beijos" começou com a Vani, ooops, Fátima reclamando do marido.  Ela  reclamava que quando chega em casa, só dá de cara com o Armani de pijama, largado no sofá vendo TV! E que ela achava que estava casada com um velho e que ele nunca se arrumava pra ela.  Neste momento minha risada alternou entre a risada boa, porque acena foi  bem engraçada, e um riso nervoso.  Eu queria sumir, pois ontem, quando Wally chegou em casa, deu de cara comigo de pijama  e deitada no sofá assistindo um capítulo de "Gabriela". Pensei, eu sou como Armani, credo! Claro que Wally tava morrendo de rir com tudo isso porque também se ligou na coincidência. 

Isso tudo me fez pensar na difícil equação de morar com o ser amado. Eu me sinto bem à vontade aqui no meu apê, é o meu lar. Assim, chego do trabalho e coloco a roupa mais confortável que tiver no momento, sem me ligar se a blusa combina com a calça e vice-versa. Quero me sentir relaxada e só. Mas aí isso me leva a ficar relaxada, no significado pejorativo da palavra.  Se eu morasse sozinha não teria problema algum, mas morando com o marido a situação pode ficar delicada, afinal, o clima de romance vai por água abaixo com uma mulher à vontade demais pela casa.  Ao mesmo tempo penso que é insustentável eu ter que ficar arrumada o tempo todo na minha casa, ainda mais eu que não sou de ficar me emperequetando muito! 

Eu tenho sorte de ter um marido que não fica me perturbando por me encontrar de pijama quando chega do trabalho, mas é claro que seria mais interessante ele encontrar a esposa aqui mais arrumadinha, né?  Eu realmente não sei qual é a resposta para o meu dilema, mas tenho convicção que não adianta a gente ser o que não é para agradar o outro. Assim, não posso querer ficar 'montada'  durante todo o tempo que fico em casa. Eu ia me aborrercer e Wally ia ter que aguentar uma chata, arrumadinha, mas chata! Não daria certo. Talvez a saída seja eu investir em homewear, já vi algumas e tem roupas confortáveis e lindas para se ficar em casa.  É uma idéia!

Vou continuar pensando no assunto, sem que isso vire um drama. Quero tentar  apenas encontrar um equilíbrio para este dilema do cotidiano de casal.  Nem sei se vou conseguir, mas às vezes é bom refletir sobre estas coisas do dia a dia que  passam batido. 

E vocês, alguém já parou para pensar nisso? Se preocupa com isso?  

Comentários

  1. adorei a foto e se estivesse como a foto está ótima. eu escolhi usar em casa algo mais pro engraçado, combino tudo, mas é tudo para o divertido. as meias são de vaquinhas, sapos, coloridas, os pijamas idem, as calças confortáveis, muita camiseta básica hering. estou sempre "bonitinha" em casa. nada sexy, mas lúdica, aí pode no mínimo provocar risadas e riso para inspirações afetivas é um pulo. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pedrita, eu estava neste dia com o meu pijama de corujinhas! Ele é tão lindo! ;) Eu adoro coisas coloridas e com bichinhos!

      Beijos

      Excluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Meus Furacõezinhos!

Ovono