Total Recall - 1990




Há um tempão  eu tinha uma lista de todos os filmes que eu já tinha visto. A lista era feita em um caderno e eu colocava estrelinhas ao lado dos títulos, para sinalizar qual filme eu tinha gostado e qual eu tinha achado uma droga.  Um dos filmes da minha listinha que tinha 6 estrelinhas, o que significava que eu tinha gostado muuuuuito, era "Total Recall", filme de 1990, estrelado por Arnold Schwarzenegger e Sharon Stone. Eu assisti a este filme algumas vezes, sempre na TV, eu alugava  direto a fita de vídeo do filme. O que me fascinava no filme era não saber exatamente o que tinha acontecido. O roteiro é bem construído, Douglas Quaid (Arnold) é um pacato cidadão de um futuro não muito distante, que tem como sonho viajar para Marte. Mas ele não tem como pagar a viagem, que naquele tempo já é viável, mas ainda é cara. Então ele recorre aos serviços de uma empresa que cria lembranças falsas, onde o cliente escolhe que tipo de experiência deseja 'vivenciar' e então recebe um tipo de implante que faz com que ele tenha lembranças da aventura escolhida. Lembranças bem reais, garante a empresa.  Douglas compra suas lembranças de Marte e a partir daí a vida dele sofre uma reviravolta absurda e ele se vê em Marte, perseguido por todos os lados.  

O filme é bem movimentado, frenético eu diria. Muita cena de ação, muito sangue e algumas cenas nojentas, ou que na época eu achava nojentas.  O filme termina sem explicar se o que acompanhamos é apenas o pacote de lembranças comprado pelo Douglas ou se tudo aconteceu de verdade. Cada espectador escolhe sua teoria. E por isso o filme me conquistou, é tão bem feito que não há pistas no roteiro que possam indicar qual é a resposta certa. Não dá para saber. Acho que somente quem sabe é o roterista e a equipe de produção. O legal é isso, deixar tudo no ar.

Desde daquela época eu não assisti ao filme de novo.  Fui revê-lo no fim de semana. Fiquei com saudades do filme por causa do remake que estreou nos cinemas esta semana. Infelizmente o filme envelheceu mal. O que na época era um cenário futurista muito  legal, bem feito, tornou-se um futuro retrô, sem charme e muito fake.   Isso fez o filme perder um pouco do encanto para mim. Uma pena. Mas mesmo assim gostei de revê-lo, as cenas de ação ainda são eletrizantes e o roteiro continuou a me intrigar como antes. 

Agora pretendo ver a versão nova, espero que tenham feito um remake que este filme merece. Pelas cenas que já vi parece que ficou bem legal.  Quando eu assistir eu conto o que achei.




Comentários

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Meus Furacõezinhos!

Ovono