360




Fiquei curiosa em assistir ao filme "360" (2011 - UK/Brasil/França/Austria) logo que soube que a Maria Flor estava no elenco. Sou muito fã da atriz e queria vê-la atuando em Inglês.  Passou um tempo e esqueci do filme. Então me deparei com um artigo na revista Lola do mês de agosto escrito pelo diretor do filme, Fernando Meirelles, onde ele escreve sobre culpa e faz uma analogia com algumas das histórias do filme. Pronto, aí foi definitivo, eu precisava assistir ao filme! 

O filme é uma intercalação de  histórias, aos poucos vamos descobrindo que os personagens  estão conectados uns aos outros de alguma maneira. Uma história influencia a outra. Não são histórias felizes, todos estão envolvidos com sentimentos como tristeza, dúvida, culpa e ódio. Claro que tem amor também, mas quando este aparece também não aquele amor lindo de filme romântico, é um amor que envolve muita dúvida e muita culpa. Levanta-se a questão se vale a pena vivenciar o amor apesar das consequências, será que o fardo que surgirá quando o personagem optar pelo amor não será muito pesado? Este fardo não destruíra aquele amor tão forte? 

O filme é basicamente sobre escolhas e suas consequências.  É um reflexão sobre  o que fizemos para chegar no momento que estamos agora.  Se pensarmos, a gente de fato nunca sabe em que vai resultar uma escolha que fazemos hoje, só saberemos se foi bom ou ruim depois, bem depois, num futuro muitas vezes bem distante do momento em que a decisão foi tomada.  No fundo tudo é uma aposta. Nossas escolhas são uma aposta em que aquele caminho é o melhor, é o tal caminho da felicidade. Mas só saberemos se é ou não se seguirmos por ele. Não há certezas. 

Não quero escrever sobre as histórias do filme, pois acho que vai tirar o impacto de quem for assisti-lo . Fiquei impactada com umas histórias, triste com outras, umas me fizeram sorrir.  E fiquei falando um tempão sobre o filme com Wally. Este filme rende ótimas conversas. 

Gostei muito da atuação dos atores, todos estão bem. Mas tenho que  mencionar aqui como gostei de ver  a Maria Flor e o Juliano Cazarré atuando em Inglês.  Deram um show. Os dois estão muito bem no filme. Eu estou ficando cada vez mais fã do Juliano, ele tem dado um show nas novelas que participa, roubando a cena literalmente, e foi uma grata surpresa vê-lo tão bem em cena em um filme onde ele atua em um idioma estrangeiro. Parabéns aos dois! E parabéns ao elenco que está muito bem e ao diretor que fez um filme maravilhoso. 



Comentários

  1. q invejaaaaaaaaaa! não consegui nem ver esse nem corações sujos. por sorte estou na corrida por aqui. eu sou fã da maria flor. adoro o fernando meirelles, o hoppikins, a rachel. nem li em detalhes pra não perder a surpresa qd ver. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pedrita, pode ler o post sem medo. Eu não comento nada específico do filme. Depois que vc assisir eu te conto o que mais me impressionou. Beijos

      Excluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Meus Furacõezinhos!

Ovono