Aline


Sou encantada pela atriz Maria Flor e seus cachos. Sim, adoro o cabelo cacheado dela, que felizmente até hoje é preservado em seus trabalhos, coisa difícil num mundo onde a chapinha domina e alisa todos os cachos. Mas além dos belos cachos do cabelo, ela é uma atriz talentosa e que me encantou mais uma vez em sua atuação no especial "Aline", exibido pela Tv Globo ontem. O especial é uma adaptação da história da personagem de quadrinhos Aline de autoria de Adão Iturrusgarai. Eu conhecia a Aline de "vista", pois sempre vi suas tirinhas por aí, mas nunca li para valer suas historinhas, mas sempre soube que era uma garota simpática e moderninha. E foi isso que vi ontem na telinha, uma menina muito carismática, provocadora na medida certa, moderninha e que não liga para as convenções da sociedade. Ela vive num apartamento no centro de São Paulo com o seu namorado Otto (Bernardo Marinho) e por conta da falta de grana, ela resolve chamar mais uma pessoa para dividir o apartamento. Mas não podia ser qualquer pessoa, tinha que ser um cara atlético e atraente, claro que a Aline tinha segundas intenções com o futuro companheiro de moradia. Assim, Pedro (Pedro Neschiling) aparece de Aline e o casal vira um trio. Adorei os três juntos, Aline ama os dois, os dois se tornaram grandes amigos e amam a Aline. Os três vão levando a vida e se deparando com as reações das pessoas, que se chocam ao saber que Aline tem dois namorados, o que ela diz para todos com muito orgulho.
Eu gostei muito do programa, os atores estão muito bem, tanto que até gostei da atuação do Pedro Neschiling e pela primeira vez achei que ele está bem em um personagem. Os cenários são uma atração à parte, muita coisa foi filmada nas ruas de São Paulo e em locações reais, como a Galeria do Rock, quando mostram a loja de discos onde Aline trabalha. O apartamento deles me lembrou as repúblicas que conheci quando estava na faculdade, uma bagunça sem fim, paredes rabiscadas e geladeiras vazias.
Será que ano que vem vou pode acompanhar as aventuras deste trio? Espero que a TV Globo transforme Aline em um seriado, tem tudo para ser um sucesso. Basta terem um roteiro inspirado, pois protagonistas carismáticos o programa já tem. E o programa já tem uma fã de carteirinha, eu! Os triângulos amorosos sempre me atraem, e este aqui é um dos mais fofos que já vi.

Para saber um pouco mais sobre a Aline clique AQUI.


Nota da blogueira: Eis o último post de 2008! Agora só em 2009! O blog não entrará em recesso de fato, mas vou ficar meio fora do ar. Blogueira também precisa de uma folguinha! Mas logo eu volto!


Comentários

  1. eu não assisti, achei tão antiquado a idéia de uma mulher e dois namorados. truffaut já tinha falado nisso há tanto tempo. depois bertolucci. não sei. e o que mais me irritava nos comerciais eram eles mostrarem como se fosse algo transgressor. a globo é muito provinciana e atrasada. mas enfim... hehe. eu tb adoro a maria flor. um ótimo 2009 pra todos vcs. eu ainda não decidi se vou fazer um post de ano novo. estou ruminando ainda. beijos,

    ResponderExcluir
  2. Pedrita, experimente ter dois namorados e veja como a sociedade vai reagir. Claro que é algo que já foi tratado na ficção repetidas vezes, mas na vida real é algo inaceitável pelas pessoas ditas "normais".
    Um dos trios atuais que gosto é da Grande Família: Marilda, Paulão e Mendonça.

    Beijos e Feliz ano novo!

    ResponderExcluir
  3. Que injustiça um post destes ficar com tão poucos comentários...
    Então, a história da humanidade conta contos sobre triângulos amorosos desde que o homem é homem. É o símbolo por excelência de conflito amoroso; tão clássico que é atemporal. Vejam senão o caso do Arthur, Guinevere e Lancelot; não conheço ninguém que tenha lido apenas como uma história, todo mundo se envolve e quer defender um lado ou outro.
    Mas, na minha opinião, o posicionamento natural das pessoas não tem relação com sua cultura, mas sim com seus sentimentos.
    Mas gostei do jeito leve que a história da Aline foi contada, embora para mim mostre o cenário típico de uma república de alunos, onde essa situação não fica forçada.
    Quero mais cenas dela na Galeria do Rock, dá para explorar tanto!

    ResponderExcluir
  4. Esse enredo me faz lembrar o seriado Armaçao Ilimitada. Juba, Lula e Zelda... Eu queria poder ver o seriado da Maysa, mas minha esperança é poder comprar o DVD depois. Beijocas.

    ResponderExcluir
  5. Amor, como você disse, um triângulo amoroso é algo clássico já e sempre animam as histórias, conferindo um pouco de drama e brigas. Mas em Aline tudo ficou leve, e ela está uma protagonista bem simpática. Adorei também ela na loja de discos!

    Mari, eu também lembrei da Armação, que eu adorava! Maysa começa semana que vem e eu estou ansiosa para ver. E acho que lançará em DVD sim.

    Beijos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Meus Furacõezinhos!

Ovono