Nem todos são iguais


Os motoristas de São Paulo já conhecem este mapinha de cor. Uma vez por semana os carros ficam impedidos de circular dentro da área demarcada das 7 às 10 horas e das 17 às 20 horas. E se estiver na rua no seu dia de rodízio é multa na certa, o controle da prefeitura é bem rígido. Então cada um encontra a sua maneira de cumprir suas obrigações no dia de rodízio, nem sempre é fácil, pois em muitos casos a pessoa não pode optar pelo sistema de transporte público, pois é impraticável. Como o sistema é falho, alguns trajetos são impossíveis de se fazer usando ônibus ou metrô. Mas mesmo com as dificuldades os motoristas da cidade aprenderam a respeitar e a conviver com esta regra que atrapalha bastante a vida de cada um, mas que ao mesmo tempo é essencial para que o trânsito desta cidade não pare de vez. A lei deve ser igual para todos, pois, teoricamente, todos são iguais perante a lei. Mas novamente estamos prestes a nos deparar com uma exceção que vai previlegiar alguns. Li esta semana que está tramitando na Câmera dos Vereadores um projeto para que os advogados sejam liberados do rodizío de veículos. A desculpa? É que eles encontram dificuldades para irem às audiências em dias de rodízio, pois muitos só têm um carro. Ou seja, eles se acham melhores que os trabalhores comuns, que também só tem um carro e que tem que estar no horário em seu emprego, independentemente se podem ou não sair com o seu carro. Eu achei isso uma vergonha, uma palhaçada mesmo. Não há justificativa plausível que ampare tal disparate. Os advogados não podem ter esta isenção. Ainda mais eles que deveriam ser os primeiros a respeitar as leis. Enfim, não vai me espantar se este projeto for aprovado, afinal vivemos em um país onde uns sempre são melhores que os outros. Onde a lei nunca é aplicada de maneira igual quando se trata de poderosos ou endinherados. Se este projeto for aprovado o trânsito irá piorar consideravelmente, pois o que não falta nesta cidade é advogado!

Fica aqui o meu protesto!


Comentários

  1. Revoltante.. apenas digo isso.. pior como li hoje no jornal, inventam leis mais proibitivas p; ver se funcionam inves de aplicá-las como o caso da Lei seca. agora nego vai ficar no ano da sua permissão sem poder pegar estrada... Nao seria melhor aulas de direção defensiva mais bem feitas??? assim como se aplicassem tal rigor antes da lei da lei seca seria ela realmente necessaria??!

    ResponderExcluir
  2. Advogados?????
    Se pelo menos fossem médicos... professores...
    :-/
    Eu tenho tanta vergonha desse país :-(

    ResponderExcluir
  3. Sugar, aqui ninguém planeja nada. Não estudam para elaboram as leis.


    Rê, os médicos já têm insenção do rodízio, o que acho justo. Mas de resto, acho que ninguém mais deveria ter tal privilégio.

    É uma palhaçada!

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. parece que não havia outra saída a não ser o rodízio. mas eu não sei, concordo com vc, sem um transporte público decente é inviável um rodízio. e as pessoas saem de qualquer jeito, seja de táxi, com um carro caindo aos pedaços de estepe que quebra e piora o que já era ruim. eu me incomodo com os carros liberados. pq o que tem jeito que dá um jeitinho é de doer. como já vi gente usando adesivo de cadeirante pra parar em vaga especial. assustador. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  5. Em primeira votação a lei foi aprovada, a segunda, que foi essa semana, não fiquei sabendo do resultado. Mas eu duvido que o prefeito assine aprovando, pq no fim das contas é ele quem vai bater o martelo.

    ResponderExcluir
  6. Pedrita, aqui todos sempre querem um jeitinho para se livrar das obrigações. É muito vergonhoso mesmo.

    Tati, a segunda votação foi suspensa. Mas é um absurdo a OAB SP apoiar este tipo de medida. Espero mesmo que o prefeito vete.

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. aqui no Rio a desordem é tanta q nem lei dá jeito...

    ResponderExcluir
  8. que absurdo!!
    só os adevogados trabalham e têm dificuldade pra chegar no horário com o rodízio??? que horror.

    ResponderExcluir
  9. Ice, o trânsito do Rio é uma loucura mesmo! eu fiquei espantada da última vez que estive aí.

    Lu, um absurdo sem tamanho. Espero que esta lei não passe.

    Beijos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Ovono

Papel e caneta