Correndo

 


Sempre gostei de fazer esteira.  Uma época até cheguei a ter uma esteira em casa e fazia todo santo dia. Mas quando mudei de apartamento tive que me desfazer dela, infelizmente não tinha espaço para ela aqui.  Redescobri o prazer de fazer esteira  há poucos meses, quando voltei a frequentar à academia.  

Quando estou na esteira nem vejo o tempo passar. Coloco  música boa para tocar no meu Ipod e curto o momento. O único porém é que às vezes me empolgo e acabo cantando! Mas venho me policiando muito para não dar um show na academia e nem ser expulsa da esteira por atormentar os outros. Afinal, eu canto muito muito mal.  Coitado de quem está ao meu lado! 

Mas sempre gostei de andar na esteira, caminhada vigorosa, mas bem longe de ser uma corrida.  Nunca gostei de correr. Na verdade tenho trauma de corridas, culpa das aulas de educação física da época da escola. A professora  mandava a gente se matar de tanto correr, sem dar orientação necessária e nem ligava quando a gente dizia que não aguentava mais. Com isso o ato de correr virou sinônimo de tortura para mim.  Mas agora isso está mudando, estou adorando correr na esteira e estou muito surpresa com isso.  Uma ótima supresa, claro! 

Corro pouco ainda, intercalando os picos de corrida de 2 minutos com a caminhada.  Cada vez mais os dois minutos  de corrida estão passando mais rápidos e sendo menos  puxados. Acho que aos pouquinhos vou conseguir aumentar este tempo. Não tenho pressa, pois não pretendo virar uma atleta, quero apenas agora curtir o prazer de correr com segurança, sem passar mal. 

Para correr a trilha sonora tem que ser agitada e descobri nos últimos dias que a melhor música para correr  é "Aces High" do Iron Maiden.  Ela já entrou na minha lista de mais tocadas do Ipod.  Música sensacional e que  me anima muito. :) 


É, as coisas mudam. Eu gostando de correr e ainda ao som de heavy metal!  




Nota da blogueira: Sempre gostei de uma música ou outra do Iron Maiden, principalmente "The Trooper" ( minha preferida ever!), mas nunca fui fã deles para valer. Mas hoje em dia ( depois de ter ido a dois shows da banda) posso dizer que sou fanzona deles e gosto de muitas músicas.   Agora preciso colocar mais músicas deles no meu Ipod, pois com certeza vou encontrar muitas outras que serão boas para a minha trilha sonora de corridas na esteira.


Comentários

  1. Eu gostava de caminhar/correr ao ar livre, mas não é sempre que dá pra fazer isso. Corri poucas vezes na esteira e achei esquisito, mas acho que me acostumaria. E tem que ter música, claro, e não aqueles puts-puts de academia!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Patry, é isso mesmo. Tem que ir devagar com a corrida, mas sempre se forçar a aumentar um pouco o ritmo e a distância. O nosso corpo aguenta mais do que imaginamos. Li esses dias numa revista da O2 que o Dr. Drauzio Varella começou a correr com 50 anos e agora é maratonista. Isso mesmo, 42k! E isso que ele fumou durante muitos anos... Vendo por esse lado, nós que sempre tivemos uma vida mais saudável, sem vícios, também podemos bater nossas marcas.
    Quando você participar da primeira prova de corrida, vai ficar mais entusiasmada ainda! Treine legal para participar com a gente no Circuito Vênus do ano que vem. Provavelmente, será em fevereiro. Dá tempo.

    Bjs,

    mari

    ResponderExcluir
  3. pAtry ontem vi q não é só a gente q canta.. vi um senhor correndo no meio da rua e cantando bem alto e nem aí pro mundo.... fiquei com invejinha pq tb fico me ppoliciando pq meus yeahhhhhhh só meus ouvidos que aguentam!

    ResponderExcluir
  4. Ah, uma sugestão de música para a esteira: Under pressure, do Queen..
    Bjs,
    Mari

    ResponderExcluir
  5. Patry, aos poucos a gente vai aumentando o tempo e o ritmo naturalmente... comigo foi assim. Quanto à musica, tenho os dias que so quero musica, e outros que eu ponho o ipod no ouvido, mas desligo a musica... na ultima corrida (a semi maratona) nao é que eu ESQUECI o ipod em casa? sinal que nao era prioridade pra mim..o GPS tava la firme e forte com todo o resto.. menos a musica.. Na verdade é bom as vezes pra escutar a propria respiraçao... :)

    ResponderExcluir
  6. É, Cris. Eu li várias vezes comentários de profissionais em revistas dizendo que para a corrida na rua o ideal é não usar o MP3 e sim tentar escutar suas próprias passadas. No sábado participei de outra corrida e conheci um cara superfera. Ele disse a minha amiga que o MP3 dela a estava atrapalhando e que ela deveria, pelo menos nos dias de provas, não usar o aparelho.

    Bjs,

    mari

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Meus Furacõezinhos!

Ovono