Nada de Drogas






Não gosto de maconheiros. Hoje em dia menos pelo jeito besta que eles ficam quando estão emaconhados e mais pelo fato de maconha ser ilegal  e o consumo da maldita erva ajudar na manutenção do crime organizado.  Comprar droga, qualquer uma delas, é dar dinheiro para bandido. Ponto. Não há como  consumir drogas e não ser conivente com a bandidagem. Muitos que fumam um baseado parecem que se esquecem que estão contribuindo para que a violência continue imperando em nossas cidades. Acham legal fumar um e não estão nem aí para o mal que provocam para todos em sua volta, sem falar na dor de cabeça que a fumaça verde provoca nos que estão por perto. Deviam colocar a mão na consciência e pensar que os seus momentos de barato estão propiciando momentos de terror e violência para muitos cidadão país afora. 

Hoje em dia está na moda ser a favor da legalização da maconha.  Eu sou contra. Fico pensando, como farão com a produção da maconha caso a legalização venha a acontecer. Hoje os produtores são os bandidos, certo? O governo vai confiscar as terras das plantações ou simplesmente vai legalizar as produções fora da lei e fazer negócio com os traficantes? Nenhuma das saídas me parece viável. Duvido que o governo consiga confiscar as plantações, sabemos que quando destróem uma plantação num canto, em outro já aparecem mais duas.  A outra opção então é um assombro. Como fazer acordo com traficante? O cara da noite para o dia vai virar cidadão de bem? E os crimes que ele cometeu, vão passar uma borracha? 

No fundo o melhor caminho é ensinar que não se deve consumir droga e ponto.  Sim, é difícil, mas não é impossível. Eu nunca experimentei nada. Sempre disse não e nunca tive vontade. Agradeço isso a educação que tive dos meus pais, que sempre me falaram que não valia a pena entrar neste caminho.  Falavam sempre na boa, abertamente, sem terrorismos. Não entendo quem se droga, para mim é fuga da realidade. Não há melhor barato do que viver a vida com intensidade e estando ciente de tudo que acontece com a gente. Eu não tenho vontade de perder a consciência sobre o que eu faço ou o que acontece ao meu redor. Tudo que acontece ( ou quase!) na minha vida é responsabilidade minha, tanto faz se é bom ou ruim o resultado,  e eu tenho que estar disposta a encarar as consequências. É fácil sair aprontando por aí e falar que não se lembra de nada, que estava drogado. Isso é coisa de covarde, de bobo mesmo.


Como são covardes e bobos os estudandes da USP que estão fazendo protesto porque querem a PM longe do campus, pois com a polícia lá eles não podem fumar o baseadinho de todo dia.  Um absurdo! Agora estão lá  se negando a sair da reitoria, mesmo depois da ordem judicial.  Realmente se acham acima da lei os nobres estudantes. Acho que estão mesmo querendo levar umas bordoadas da PM para depois fazer drama que a polícia bateu neles. Uns cara de pau. Isso sim!   Tanta gente querendo estudar e os caras depredando o patrimônio da faculdade e deixando de assistir  as aulas.  


Mas chega, que já gastei letra demais com gente que nem merecia a minha atenção. Cansei destes pseudo-intelectuais-comunistas de araque. Vão estudar ! 

Comentários

  1. eu tb sou contra a legalização da maconha. é droga, interfere no cérebro. pode ser em menor proporção mas interfere. eu acho q a polícia exagerou na questão da usp. eles, governo e nós mesmos ignoramos os zumbis na cracolândia, não prendem ninguém aí vão e prendem uns garotos q fumam maconha. incoerente. acho q tem cara de provocação. mas o q os estudantes fazem tb está sendo provocação. se a pm finge q não vê os zumbis na cracolândia, podem igualmente fingir q não veem os estudantes fumando maconha. a pm tb ignora a prostituição aqui na região. na verdd todos sabem e temo q ganhem pra deixar esse "trablaho" quieto. acho um absurdo os estudantes quebrarem e invadirem propriedades. mas como há um impasse, a saída talvez seja colocar na usp a polícia feminina treinada para não entrar na provocação adolescente. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  2. Pedrita, eu acho que no caso das prostituição a polícia faz vista grossa mesmo. Afinal, tanto bordel chique funcionando na cidade e ninguém faz nada.
    No caso da cracolândia a polícia esbarra na lei para a agir. Não pode prender o cidadão pq não é crime usar droga ( o que eu acho um absurdo!) e não podem internar pq a lei diz que só pode internar alguém se o viciado consentir. Ou seja, não o que o fazer com aqueles viciados! A lei devia permirtir a internação à força, aquelas pessoas não tem mais dicernimento para nada.

    Ah na USP a polícia apreendeu a maconha e não ia prender os caras, porque não pode, mas todo mundo ficou melindrado. Aí vai dar confusão esta invação , os estudandes querem o confronto.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Olha,eu fico ate intrigada com tanta coisa que combinamos rssss,eu penso exatamente como vc escreveu nesse post,to enojada com esses babacoes da USP,e maconheiro deveria ir tudo pra cadeia viu,odeiooo com todas as minhas forcas essa cambada de fedorentos.E pra comentar o comentario da Pedrita,quero citar o caso de outro babaca,o tal Rafinha Bastos,ficavam defendo ele tendo como parametro o pouco caso que fazem sobre politicos corruptos,mas afinal entao se tem um monte de merdas sendo feitas temos que aceitar as menores?Semana passada prenderam um brasileiro aqui que pegava lixos reciclaveis sem permissao,bom,a brasilierada ta em furia com isso,coitado do brasileiro qque estava trabalhando pegando lixo,exageros a parte,infringiu a lei,nao tem desculpa,é por isso que existe penas maiores e menores.

    ResponderExcluir
  4. Concordo com tudo o que falou. Não preciso provar droga pra saber que nao é coisa boa. Não gosto de quem usa perto de mim. Fico muito triste vendo que hoje sou a exceção e não a regra. E a legalização não vai servir pra muita coisa - CD é legalizado e a pirataria rola solta por causa do preço abusivo dos "oficiais", por que seria diferente com maconha? Mas essa realidade só vai mudar quando a coisa se tornar tão comum que os abusos vão começar a tomar conta e as consequências se tornarão insustentáveis. Aí quem sabe a sociedade mude seu pensamento.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Mel, é complicado mesmo quando vemos que coisas maiores não são punidas e aí cria-se a ilusão que o correto é que as menores também não devem ser punidas. A lei está aí para ser respeitada e aqui no Brasil há um grande problema se se fazer a lei ser seguida.

    Rê, é triste mesmo sermos a exceção. Hoje as pessoas usam droga como se fosse algo corriqueiro. Tem gente que conheço que não acha nada demais fumar um baseado. Parece que não percebem que estão comprando coisa de bandido, que contribuem para o crime. Espero que um dia este cenário mude.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Eu tb sou contra todos os tipos de drogas, inclusive do cigarro, e concordo com seus pensamentos, Patry. Bjs,
    Mari

    ResponderExcluir
  7. Mari, eu também não gosto de cigarro. Mas acho que não devem proibir o ciagarro, será um problema a mais para a polícia, já não conseguem combater as drogas ilícitas, imaginem se aparece mais uma né?

    Beijos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Meus Furacõezinhos!

Ovono