Onde está o gatinho?

Toda vez que vou sair de casa eu sigo o ritual da contagem dos gatos. Eu só saio quando sei onde os dois estão, pois assim não corro o risco de deixá-los trancados em algum lugar. Só assim saio com tranquilidade de casa. Gatos têm um talento especial de se esconder e Frodo e Sam não são diferentes, sempre encontram um esconderijo novo.



Quando saio sempre deixo a porta do meu quarto fechada, pois os dois fazem muita baderna por lá, derrubam tudo dos criados-mudos e abrem as gavetas dos armários. Por isso só têm acesso ao quarto quando Wally e eu estamos em casa, assim a gente tem como controlar a bangunça e evitar o caos total. Mas eles muitas vezes querem ficar no quarto apenas para tirar um cochilo na cama. Estes dias Frodo passou horas por lá, estava bem confortável em seu ninho feito de edredon. É duro quando tenho que sair e ele está dormindo tão bonitinho na cama, mas não tem jeito. Mesmo com dó eu o coloco para fora do quarto.






Tirá-lo da cama é fácil, o duro é quando ele está no alto do armário como ocorreu na semana passada. Fiquei um tempão procurando pelo Frodo, e nada de encontrar o gatinho. Quando entrei no quarto onde fica o computador pela terceira vez, resolvi olhar para o alto e ali estava ele, quietinho na última prateleira. E ficou na dele, nem se abalou comigo, pois ele bem sabe que eu não consigo alcançá-lo quando ele está nas alturas. Mas eu precisava tirá-lo de lá para poder sair. O jeito foi apelar para a gula do Frodo. Fui para a cozinha, peguei o saquinho de Feitiço ( é um petisco para gatos que eles amam!) e comecei a sacudir o saquinho e chamá-lo: "Frodo, vem comer Feitiço!" Em poucos segundos lá estava ele na cozinha miando para mim. Isso não falha! Dei algumas pastilhas do petisco e fui lá fechar a porta do quarto. Assim eu saí tranquila e ele ficou em segurança em casa.



Comentários

  1. parecem q fazem de proposito! aqui o risco maior é a mae que não ve e deixa a Laroca no banheiro.

    ResponderExcluir
  2. Aqui é a mesma coisa, só que a Cher se enfia embaixo da cama e não sai mesmo, aí tenho que pegar o pauzinho de osso e fazer algumas ginásticas pra ela sair de lá...rs... as portas aqui estão sempre fechadas tb.

    ResponderExcluir
  3. O bom dos meus gatos é que geralmente ficam espiando a gente sair, então é mais fácil de contar :) Eles não abrem armários nem gavetas, mas sempre dobro os lençóis pra não encher de pêlo. Só que geralmente gabriel sai depois de mim, e aí chego em casa e vejo tudo bagunçado. A desculpa dele é que os gatos estavam dormindo tão gostoso na cama que teve dó de tirar, rs...
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. A foto no armário ficou ótima! hahahah...

    ResponderExcluir
  5. Sugar, e fazem mesmo! Pois sabem que eu não consigo pegá-los no alto! Aqui o banheiro é lugar proibido, da última vez que entrou lá Sam destruiu o rolo de papel higiênico!

    Dany, eles são teimosos, né? E a gente tem que ser criativo para tirá-los dos esconderijos!

    Rê, que sorte a sua que seus gatos não abrem nada! Aqui abrem TUDO! Ainda bem que as portas dos quartos eles não conseguem abrir, mas de resto não há como mantê-los longe dos armários! E já vi que o Gabriel mima os filhos! risos

    Mari, Frodo adora as alturas! eheheh

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. me diverti com a sua primeira frase, parece q vc tem uns 10 gatos. eu tb tenho a sensação de ter uns 20 qd quero achar a sarah. mas ela é mais fácil pq muitas vezes, qd começo a me arrumar, ela já vai pra caminha perto da porta pq ela fica lá aguardando eu voltar. a sarah não se esconde muito, mas eu tb não saio sem checar onde ela está. nossa, na última prateleira, que fofo. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  7. Pedrita, tem dias que eu acho que aqui em casa tem muito mais que 2 gatos! Mas tem outros, que eles ficam tão na deles que nem parece que tenho gatos.

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Acho que vi um gatenho??????

    Inda bem que eles são sociáveis e não desaparecem pras visitas!

    ResponderExcluir
  9. Demian, eles ficaram sociáveis. Quando vieram morar comigo os dois eram uns bichos do mato, não podiam ver estranhos. Hoje adoram uma visitinha e eu adoro vê-los tão à vontade entre as pessoas!

    Beijos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Ovono

Papel e caneta