A Escolha





Eu gosto de tomar vinho, mas sou uma completa ignorante no assunto. Não sei qual vinho harmoniza com qual comida,  não sei direito qual a diferença dos diferentes tipo de vinhos, só sei mesmo diferenciar o óbvio: Tinto, branco e rosé!  E mesmo assim, me arrisco vez ou outra a comprar uma garrafa de vinho. 

Os meus critérios de escolha são bem fora do convencional. Não faço questão de marca, ou mesmo safra, até porque são detalhes que para mim não dizem muita coisa.  O preço é algo que levo em consideração, fujo dos vinhos muito caros e dos muito baratos.   Para levar uma garrafa para casa, tenho que ficar encantada com o vinho. Este encantamento se dá pela cor do vinho, pelo rótulo e, raras vezes, pela garrafa. Fico ali na sessão de vinhos alguns minutos até meu olhar ser fisgado por alguma garrafa. Pronto, se não conseguir desviar o olhar, o vinho está escolhido. 

Não é uma escolha tão aletória como pode parecer, em geral, dou preferência aos vinhos rosés (acho a cor linda!) e aos frisantes.  Não gosto de vinho muito forte, em geral os vinhos tintos são bem fortes no teor alcoólico e possuem um sabor mais marcante. Prefiro os suaves, mais levinhos. Sou muito sensível ao álcool e se bebo um vinho muito forte, na primeira taça já estou altinha! 

Em geral acerto na escolha, por mais estranhos que possam parecer os meus critérios.  :)

Comentários

  1. no ano passado eu acabei tendo contato com vinhos e revistas de vinhos. me divirto qd as revistas indicam o vinho e o prato q combina. é bem legal. beijos, pedrita

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Meus Furacõezinhos!

Ovono