Época de Gula





Ando viciada nesta barrinha de cereal da foto, tão gostosa que nem parece barrinha! Barrinhas agora fazem parte da minha alimentação diária, são as minhas sobremesas, junto com a uva passa branca e o damasco seco.  Nada de doce para valer. Ando regulando na alimentação salgada também, tentando comer  sem exageros para manter os quilinhos perdidos durante as férias bem longe de mim. As pedaladas ajudam muito também.  Mas não é porque estou numa vibe mais saudável que vou deixar de lado as delícias das festas de fim de ano. Isso é impossível.

Eu já estou de olho nas rabanadas e no tender. Fico com água na boca só de pensar!  Vou comer os meus pratos favoritos de fim de ano sem neuras. Dieta e fim de ano não combinam. E fazer dieta  nesta época é querer ficar deprê.  Vou comer o que tiver o que tiver vontade e volto para a  minha alimentação mais comedida depois de primeiro de janeiro.  A única coisa que não vou mudar é a frequência das pedaladas, se eu tiver condição, espero andar de bike mais ainda neste fim de ano.  

Embarquei nesta de fazer uma alimentação mais moderada e saudável porque notei que a idade já estava mudando o meu metabolismo e senão fizesse algo, começaria a engodar. Tem dado certo até agora. Mas não quero virar uma neurótica e me privar de comer o que eu gosto de vez em quando. Senão a vida vira uma tristeza, né?  Temos que nos fazer uns agrados gastronômicos de tempos em tempos.  Comer é alegria também! Comer só o que é saudável também chateia, mesmo que haja umas barrinhas divinas por aí, nada se compara com as comidas que engordam, né?  

Ai, este post está me dando uma fome! Mas ainda é cedo para me jogar na comilança, fou embarcar nesta somente  a partir do dia 24 de dezembro, até lá alimentação moderada mode on! 



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Ovono

Papel e caneta