Ingressos sem taxas



Já me conformei com os altos preços dos ingressos de shows aqui em São Paulo. Não há como lutar contra isso. Geralmente é uma chance única de ver  ao vivo a banda que tanto se gosta, assim tem que se analisar o tamanho do amor que se tem pela banda, para ver se vale a pena. Por conta disso eu só vou em shows de bandas que eu gosto muito mesmo.  Não dá para gastar mais de 200 contos num show de quem eu goste mais ou menos.Posso pagar caro por um ingresso de show, mas uma coisa que não admito é ser explorada pela empresa responsável pela venda dos ingressos. A Tickets For Fun está descaradamente explorando as pessoas que querem ver o Bon Jovi aqui em SP. Quando a venda foi liberada para todos, depois de uma pré-venda para os clientes de um cartão aí, fui checar no site as condições de venda. Pois para mim fica bem complicado ir até o Credicard Hall comprar o ingresso. Estava decidida a pagar a tal taxa de (in) conveniência, já que é pratica normal em sites de venda de ingressos.  O que não esperar era me deparar com uma taxa tão abusiva. Fiquei indignada. A taxa é de R$ 50,00 por ingresso e mais a taxa de entrega (R$ 13,00) ou de retirada ( R$ 8,00). Esta taxa de 50 reais já devia incluir tudo, a entrega ou a retirada. Ela já é cara demais e cobrar mais taxas além dela fica além do aceitável. Desisti na hora de comprar. Não ia me sujeitar a uma exploração dessas. Decidi que tentaria comprar o ingresso na bilheteria caso desse para ir lá. Já tinha desencanado do show mesmo. Ainda bem que o Bon Jovi não é a Madonna, pois senão eu já estaria estressada e histérica. Assim, até que levei a frustração da não-compra do ingresso numa boa. Mas eis que o destino fez tudo para arranjar para que eu pudesse ir até a bilheteria. Como já sabem, fiquei doente semana passada e tive dois dias de dispensa do trabalho para recuperar a voz. Fiquei em silêncio quase o tempo todo. Aí na sexta-feira fui almoçar com a Sugarb@by e mamãe, e Sugar me levou até o Credicard Hall para ver se ainda encontrava algum ingresso. Para meu espanto nem tinha fila lá, mas também quase não tinha mais ingressos! Só havia pista e arquibancada. Eu estava interessada na cadeira inferior azul, mas fiquei só na vontade. Escolhi pista, pois para ir de arquibancada prefiro não ir, fica londe demais do palco. Antes de comprar fiz questão de perguntar para a mocinha do guichê se realmente ali a compra era livre das taxas. E era! Assim comprei os ingressos  e consegui fugir da exploração da Tickets For Fun.  Fiquei toda contente. Wally  e o Gonzalito também. Aliás, vou conhecer o Gonzalito no dia do show, ele é um amigo argentino da Mari que virá para SP só para ver o show. Ele deve ser bem fã mesmo da banda. Acho que vamos todos ter bons momentos lá no Morumbi cantando as músicas que fizeram parte da nossa adolescência. E tudo ficar melhor ainda quando a gente consegue escapar da exploração das taxas de (in)conveniências! 


Comentários

  1. o q tenho visto de algumas taxas de entrega é q são pra ganhar dinheiro e não cobrir os custos da infra-estrutura. o bom é q há muitos shows com bons preços. embora o teatro tenha preços mais acessíveis. o mais estranho é q alguns ainda falam mal de cambistas, qd o q eles fazem é bem parecido. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  2. parece que cultura cada vez mais é coisa de elite, quando deveria ser do povo... não precisa sobrar 15 reais um ingresso internacional, mas essas taxas realmente não tem sentido nenhum. Conveniencia só se for pra eles, que estão ganhando dinheiro fácil né?
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Que absurdo, e eu achando caro uma taxa de 5 reais de retirada do ingresso na bilheteria do teatro...
    Infelizmente ele squerem elitisar a cultura mesmo, pre venda pra clientes de cartao, isso é totalmente injusto... espero que curta muito o show, com certeza vai valer muito a pena

    ResponderExcluir
  4. Olás!
    Eu acho muito abusivo essas taxas. Pelo o quê entendi se vc comprasse os 3 ingressos, a taxa a mais dos R$ 63,00 por pessoa pagaria um quarto ingresso, imagina isso?! Sempre fui muito atenta a certas atitudes dos estabelecimentos. Confiro conta de bar/ restaurante, não pago 10% sobre self service ou couvert e afins. Mas parece que todos os lugares do mundo tentam tirar vantagem dos serviços prestados. Isso é uma vergonha.

    ResponderExcluir
  5. Pedrita, é realmente um abuso. Afinal, sabemos que no custo do ingresso já está calculado tudo tudo. Cobrar a mais é querer lucrar além do aceitável.

    Rê, extamente. Só é conveniente para quem cobra a tal taxa!

    Gammelo, tem lugar que ainda cobra uma taxa justa. Mas são bem poucos.

    Bonequinha, eu fiz esta conta tb! fiquei abismada com o dinheiro que daria para eles assim de graça! Ainda bem que conseguir comprar na bilheteria.

    Beijos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Ovono

Papel e caneta