Necessidade inventada



Nestes tempos ecologicamente corretos, há uma condenação maciça ao uso das sacolinhas de plásticos do supermercado. Há cidades que até já instauraram multas para supermercados que não reduzam a utilização das sacolinhas. O argumento é o fato de o plástico ser um material que demora muito tempo para desintegrar quando é jogando na natureza. Acho a iniciativa muito boa, tanto que já tenho o costume de levar a minha própria sacola de tecido quando vou fazer compras pequenas no supermercado. Mas acho curioso que ninguém condene o uso dos saquinhos plásticos para absorventes, que são cada vez mais comuns nos banheiros femininos  em empresas, shoppings, restaurantes e afins. A finalidade do saquinho é deixar, digamos, mais civilizado o ato de jogar um absorvente usado no lixo. Eu acho este saquinho uma coisa completamente supérflua, serve apenas para espalhar mais plástico por aí sem necessidade. Hoje em dia os absorventes, não importa a marca, vêm embalados um a um. São embalados em plástico. Este plástico já serve para embrulhar o absorvente usado. Cumpre a função  perfeitamente.  Agora, quem foi o grande gênio que inventou que o tal saquinho é algo essencial nos banheiros femininos?  Realmente é algo que não faz sentido num mundo onde o impacto ambiental de cada ação é medido nos mínimos detalhes. Alguém já deveria ter notado que isso é um uso inadequado do plástico, um uso nada justificável. Será que somente eu reparei nisso? Espero que não.
 

Comentários

  1. Eu não uso esses saquinhos, acho desnecessário. É só enrolar direitinho no papel higiênico e pronto, nem dá pra ver que está lá no lixo. E o papel agride bem menos a natureza :)

    Acredito que esses saquinhos tenham surgido nos banheiros públicos/coletivos porque tem muita mulher porca que larga absorvente usado lá pra todo mundo ver. Acho isso nojento demais! Mas realmente não acho que tenha resolvido, gente porca é porca com ou sem saquinho né?

    Até as embalagens plásticas individuais eu acho desnecessárias, tem alguns que não vem com essa embalagem e são igualmente higiênicos e organizados.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. eu concordo com vc, a própria embalagem do absorvente já serve pra jogá-lo fora. tb me incomodo com o ar quente pra secar as mãos, além de não secar, gasta uma energia desnecessária. eu tb levo as minhas sacolinhas. me incomodo com a proibição e multas, acho q campanhas e pontuações como o pão de açúcar são muito mais efetivas e justas. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  3. Eu também tenho uma sacola de tecido para fazer pequenas compras, mas sempre a esqueço em casa! kkkk...

    Quanto aos saquinhos de absorvente, eu nem sabia que existiam. Tomara que os fabricantes percebam, como você, que não há necessidade da distribuição deles.

    ResponderExcluir
  4. Rê, concordo, gente porca vai ser porca com saquinho ou sem saquinho! E o papel higiênico cumpre bem a função também!

    Pedrita, eu também odeio aquelas máquinas de ar quente para secar as mãos! Nunca seca direito... ah, eu sempre junto pontos no Pão de Açúcar!

    Rê,tem que criar o hábito de levar! Eu já consigo lembrar quase 100% das vezes de levar a sacola!


    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Nossa! Sério que isso existe? Nem sabia da existência destes saquinhos anti-ecológicos. Que mais surpresas existem em banheiros femininos? Sofá, mesa de ping-pong???hehe! Nos banheiros masculinos, se tivermos papel higiênico já estamos no lucro. Bjo!

    ResponderExcluir
  6. Tak, eu já entrei em banheiro que tinha sofá!!! Muito chique! Mas aí achei demais também!

    Beijos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Ovono

Papel e caneta