Seis Meses




O ano de 2013 está em velocidade acelerada. Para mim parece que foi ontem que tiramos esta foto. Mas já se passou meio ano deste então! Como este ano trouxe mudanças na minha vida, eu achei que ele fosse passar mais vagarosamente, mas tudo tem passado de maneira rápida. 

Comecei o ano cheia de expectativas e algumas apreensões.  Foi literalmente uma vida nova para um ano que estava começando. A vinda do Daniel para cá trouxe mudanças na rotina aqui de casa. Além da alegria por recebê-lo em casa, sentia uma apreensão natural, afinal, passaríamos a ser 5 aqui em casa: Frodo, Sam, Wally, Dani e eu. Cinco seres convivendo num apartamento pequeno.  Será que a gente não daria algumas trombadas até nos acostumarmos com a nova dinâmica do nosso lar? Este pensamento era recorrente até o Dani se mudar de vez para cá.  Hoje posso dizer que era um pensamento que em nenhum momento refletiu a realidade. Tudo se ajeitou sem solavancos, fomos nos adaptando naturalmente e hoje parece que ele sempre viveu aqui com a gente.

Eu tinha medo do congestionamento do banheiro de manhã cedo. Três pessoas  acordando cedinho para ir trabalhar (Wally e eu) e estudar (Dani) e somente um banheiro! Eu ficava imaginando cenas como aquelas de pensão de filme, um demorando séculos no banheiro e os outros reclamando. Mas isso não passou de neura boba da blogueira aqui e nunca tivemos problemas.

Problemas eu tive, e ainda tenho, para passar roupa. Não foi pelo aumento de roupas para passar, o que nem fez muita diferença na verdade, o problema é a tábua de passar. Por muitos anos eu usei uma tábua de passar fixada na parede, que deixava a tábua bem firme.  Com a  chegada do Dani, não tinha mais espaço para deixar a tábua na parede e tive que comprar uma normal, que balança muito! A cada passada de ferro a tábua balança muito e eu fico tentando não derrubá-la. Até o momento nenhum acidente aconteceu, mas eu me estresso mais que antes quando passo roupa. 

Arranjei também um grande aliado para manter este apê limpinho e organizado. Dani me ajuda muito com as tarefas do lar. Ele é muito prestativo e cuidadoso. Uma bêncão! Realmente esta foi uma surpresa e tanto, nunca pensei que ele fosse tão bom 'dono de casa' ! 

Quando ele veio, eu ficava pensando como seria quando a gente brigasse pela primeira vez, o que não é difícil de acontecer quando a gente mora junto com alguém.  Mas até o momento isso não aconteceu. Seis meses morando junto e nenhum momento de briga ou estress  sério com ele! Não estou floreando a realidade não, realmente a nossa convivência é muito tranquila, nós três no entendemos muito bem, nada de clima tenso ou caras emburradas.  Quando aparece algum impasse, a gente resolve na conversa.  A única vez que fiquei bravinha com o Dani foi quando ele mudou a TV de canal durante um capítulo da novela Lado a Lado, minha novela preferida de 2013. Estava no comercial e ele achou que o capítulo já tinha acabado e não voltou para a Globo. Aí eu dei uma estressadinha,  mexer no controle remoto na hora da minha novela não pode! Sério, eu fico brava mesmo. Mas ele se desculpou e eu notei que não fez por mal e tudo passou naquela hora mesmo. E passou. 

Todo mundo diz que eu arranjei um filho, mas eu digo que ganhei um amigo. Nunca me senti mãe do Dani, sou tia dele e não quero assumir um lugar que não é meu. A gente já tinha uma relação muito boa de amizade, cultivada durante as viagens dele aqui para o Brasil e por conversas via MSN, quando ele estava na Argentina ainda.  Com a convivência diária, estes laços se estreitaram e criamos uma relação de muita cumplicidade e confiança. Posso dizer que ganhei um grande amigo.  E isso me faz muito feliz.  É muito bom tê-lo com a gente, está sendo enriquecedor paras nós três.   Com certeza estes foram apenas os primeiros seis meses. :)


Comentários

  1. Realmente esses seis meses voaram! Mas quanto mais a gente espera por eles, mais eles passam rápido. Se a vida segue sem novidades, o tempo para.
    Que bom que a adaptação de todos vocês uns com os outros foi tranquila. Se todo mundo se respeita, não tem como dar errado :)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. nossa, já? passou rápido realmente. concordo, dá muita insegurança mudar a estrutura. fico feliz que tudo se equilibrou. lembro sempre de uma amiga dizendo que tudo se ajeita. há tábuas de passar que se equilibram melhor. a minha é toda torta pq qd foram fechar forçaram pq tentavam fechar ao contrário, mas antes disso era bem firme. minha mãe gosta das tábuas de madeira. sempre é bom dividir as tarefas. eu dividi o ap com uma amiga e as únicas discussões eram debates políticos. ela fazia ciências sociais e eu jornalismo, então pegávamos textos para embasar nossas conversas. era ótimo. ríamos muito depois e aprendíamos muito com opiniões políticas contrárias. do convívio era uma harmonia total. cada uma tinha a sua divisão de tarefas da casa e tudo fica impecável. bacana a relação de amizade entre vcs. acompanhei qd o wally viajou e vi como vcs administraram bem a ausência do wally. achei q vc sentiu menos a ausência. claro, sentiu, mas ter alguém pra dividir ajuda. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  3. meu sobrinho, adoro e sinto mta falta quando nao vem almoçar aqui em casa! =)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Meus Furacõezinhos!

Ovono