Tudo Vira Notícia




Sempre gostei de uma revista de fofoca. Nunca fui de comprar revistas assim com frequência, lia no salão, quando ia fazer as unhas. Naturalmente acabei criando o costume de acessar os sites de fofoca, mas este costume vem diminuindo. Mérito  das matérias que estão cada vez mais idiotas, fazem qualquer bobagenzinha virar notícia. Até o fato de uma semi-famosa comer banana da praia, com direito à foto ridícula, vira manchete  nos sites de celebridade atualmente.  Uma bizarrice total.  Nas revistas que eu lia antigamente não tinha nada assim tão carente de conteúdo. Claro, sempre teve muita futilidade, não adianta querer procurar textos com profundidade em publicações dedicadas à vida dos famosos, mas nunca vi reportagens tão sem sentido como vejo hoje em dia. 

Difícil determinar  a razão deste tipo de jornalismo ter decaído tanto. Mas eu tenho a suspeita que a demanda constante de novo conteúdo que a internet impõe tem muito a ver com isso.  Os sites de celebridades têm que produzir  conteúdo com uma frequência absurdamente maior que as revistas convencionais. Para não deixar uma manchete velha no ar, criam matérias a partir de qualquer situação. Até mesmo crianças foram alçadas à categoria de celebridades e os sites cobrem as atividades cotidianas das mini-celebridades. E as celebridades de hoje em dia muitas vezes são famosas por nada, simplesmente viraram notícia por alguma circunstância e ficam esticando o momento de notoriedade à todo custo. O que importa para estas pessoas é que sua foto seja publicada, não importa o que estejam fazendo. E em geral estão fazendo coisas que não mereciam destaque algum ou que dão a maior vergonha alheia. Deprimente. 

O pior é que  esta pressa de produzir material novo, é visível também nos jornais sérios. Vemos hoje muitas reportagens mal escritas, com informações erradas e erros primários de redação. Os jornais estão sacrificando a qualidade dos textos em prol do volume de reportagens publicadas. Acho que tem que se repensar o jornalismo on line, é preciso preservar a qualidade das publicações. Há que se encontrar um meio termo, pois é impossível publicar as notícias uma vez por dia, como se faz nos jornais impressos, mas também não se pode continuar publicando notícias sem revisão, apenas para ser o primeiro a publicar ou ser o jornal que publica mais notícias por hora.  É aquilo que todo mundo já sabe, quantidade nem sempre implica em qualidade. Mas parece que os editores dos jornais andaram se esquecendo disso. 


Comentários

  1. é que hoje há um exagero. antes as revistas eram no máximo semanais. então tínhamos que esperar uma semana para ter uma fofoca nova. muitas eram mensais. hoje o dia inteiro esses sites precisam colocar alguma nota e aí vai tudo, serve tudo. tenho gostado que sangue bom tem tocado nesse assunto. eu tenho me incomodado com as notícias veiculadas no metrô. fica tão surreal. um homem de gente estrangeira que acho que a maioria nem sabe quem é. e aparece q fulano cortou o cabelo, beltrano foi a venda. deviam colocar mais conteúdo nas notícias do metrô. não estou dizendo que pode ser divertido ler algumas revistas. mas de gente q ostenta em metrô é surreal demais, grosseiro demais com tanta gente que não tem dinheiro. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pedrita, eu também me incomodo muito com as notícias sobre 'nada'. Tudo muito vazio. Beijos

      Excluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Meus Furacõezinhos!

Ovono