Quinta Flashback





Há um tempo comecei a notar umas postagens aqui e ali com a hashtag throwback thursday. Vi e não entendia direito. Eu devo ser a pessoa mais lerda do mundo para entender e assimilar as modinhas da vida on line. Como não entendo, não entro na onda. Só fico boaiando mesmo.  Faz pouco tempo que entendi  o que significava, mas ainda não entendo porque numa quinta, deve ser porque o nome em Inglês rima. Enfim, para quem ainda não sabe, este hashtag é usado quando publicamos algo do passado. Tipo um mini-flashback que a Vani adorava usar nos Normais.  

Para mim isso não dá muito certo, porque só se pode fazer postar um flashback às quintas-feiras. Para mim tinha que ser throwback everyday, pois eu sou muito apegada às lembranças, pessoas e a tudo que me fez sorrir algum dia na minha vida.  É muito complicado para mim deixar as coisas/pessoas/relações no passado, mesmo que eu tenha consciência que  certas coisas/pessoas/relações é melhor ficarem esquecidas lá no passado. Eu tenho a tendência de querar consertar tudo, mesmo o que não consiga consertar. Não consigo brigar com pessoas que gosto pra valer. Sempre fico tentando a reconciliação, mesmo que a outra parte não queira.  O que eu ganho com isso? Nada. Quer dizer, nada não, ganho chateações e muitas. Claro que chega uma hora que vejo que realmente não vale a pena e que não é culpa minha. Mas até este momento chegar, já quebrei a cara algumas vezes e já chorei um monte.  Eu queria ser como o Fábio Jr. e falar : A fila anda!  

Pois a fila da vida anda pra tudo, não somente para o caso de namorados e afins, pois tudo na vida passa. Isso não é só frase de caminhão, é uma verdade certeira.  Pois a vida vem e nos dá umas reviravoltas dignas de novelas. E a gente tem que que saber a se adaptar às novas realidades que a vida nos impõe. Resistir faz tudo ficar mais difícil. Eu sei porque faço parte da resistência! E acabo sofrendo mais do que deveria e, pior, sofrendo sozinha. Mas acho que estou melhorando, fazer uma reflexão sobre isso já é um grande passo, pois reconheço que tenho que lidar melhor com as mudanças.  

Mas tem coisas que nunca vou deixar que se percam no passado: As músicas que amo, as fotos,os livros que mexeram comigo, os filmes que me emocionaram,  os posts que escrevo e gente que sei que vale a pena lutar para ter ao meu lado!


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Meus Furacõezinhos!

Ovono