O Importante é chegar




Foi uma maratona para chegar até aqui. Três vôos, incontáveis horas de espera nos aeroportos e duas mudanças de fuso horário.   Cansativo, verdade, mas me cansei menos que eu esperava e na etapa final, Phoenix, a mochila nem me incomodava mais, acho que acostumei com ela. Era o jeito. 

Felizmente nenhum vôo atrasou, tudo funcionou como o programado e eu cheguei em San Francisco  ontem por volta das 16:00 horas, hora local.  Aqui estamos com 4 horas a menos que o horário de Brasília.  No momento que escrevo são 5 da matina. Faz 40 minutos que acordei, não consegui dormir mais. Assim levantei e vim blogar. Depois vou já começar a estudar, ver o que perdi ontem. 

Sim, as aulas começaram na segunda, mas eu precisava votar e como comprei as passagens com milhas, não consegui nada melhor que os meus três vôos, enfim, impossível chegar para as aulas da segunda. 

Decolando de Miami


Sentei na janelinha em todos os vôos e sempre perto da asa. Isso já é coisa certa na minha vida, sempre viajo perto da asa. Nem reclamo mais. 




Durante a viagem o que menos fiz foi comer. Comi a comida do vôo de GRU para Miami, depois tomei um Frappuccino no Starbucks  e em Phoenix comi um lanche com Coca- Cola. 

Quando cheguei em Phoenix, o aeroporto estava lotado. Parecia Guarulhos em véspera de feriadão. Tudo tudo bem cheio, por isso optei pelo lanchinho pronto, não queria me enrolar num restaurante cheio e perder a conexão. Tava ótimo o lanchinho de peito de peru! 

Os aeroportos norte-americanos me impressionam pelo tamanho e pela boa sinalização. É tudo gigantesto, o passageiro sempre tem que pegar algum trenzinho interno para chegar no local certo, porém as placas de sinalização são ótimas.  Eu que sou meio perdida, não me perdi uma vez sequer. 

Quando finalmente cheguei em San Francisco fui resgatada pelo motorista do transfer que eu contratei, um mineiro!  Pois é, cheguei aqui e nem precisei gastar o Inglês ainda. Muito simpático e já me dei boas dicas. 

O pouco que vi da cidade já me encantou. Prédios mais baixos, com arquitetura bonita. Ruas largas, pouco trânsito. Pelo menos o trajeto do aeroporto até a residência estudantil foi bem tranquilo, nada de congestionamentos.

Bom, agora vou começar a estudar um pouco.  Já já é hora de sair para explorar um pouco a cidade e ir para a aula, que hoje começa as 11 da manhã. 

Minha aventura está apenas começando! :)





Comentários

  1. que delícia. aproveite. eu sempre levo livros qd viajo. enfim, qd me locomovo, as esperas são sempre longas. beijos, pedrita

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Ovono

Meus Furacõezinhos!