Fim de Férias



Minhas férias terminaram no comecinho do mês, mas eu ainda não voltei ao ritmo normal.  Esta semana que entra, sem feriado, será de fato a minha volta à vida normal. Uma semana inteira de trabalho, sem interrupções. Gostei de voltar ao trabalho aos poucos. Fica menos traumático. Não que eu não goste do meu trabalho, estava até com saudades, mas é muito fácil se apegar ao clima de férias, dias e dias sem horários ou grandes obrigações. A volta à realidade é complicada sim. Agora, 10 dias após o final das férias, posso dizer que já estou pronta para encarar a minha rotina normal com sorriso no rosto.  As férias que tirei agora foram mini-férias, mas valeram por 30 dias. Voltei ao trabalho mais tranquila, mais disposta e sem nenhum stress. Quando eu saí de férias estava um tanto estressada. O stress do dia a dia do trabalho vai se acumulando e fica difícil se livrar dele. Somente se desligando de tudo que é possível relaxar e zerar o contador de stress. 


A viagem  para Canela foi muito melhor que eu esperava. Voltei apaixonada por aquele lugar, fiquei realmente encantada.  Adorei escrever os posts também, gosto de narrar minhas aventuras turísticas por aqui. Gosto tanto que, às vezes, enquanto estou viajando, já fico bolando os posts na minha cabeça.   Chega a ser engraçado.  Faltaram algumas aventuras para relatar aqui, mas  os posts não estão saindo, não consigo organizar as idéias para relatar os passeios que faltam. Então desisti. Engraçado que o que faltam são os passeios que achei que não combinavam com a viagem, como o Museu de Cera e o Museu das motos Harley Davidson. Para mim não faz sentido algum ter atrações assim por lá. O Museu de Cera achei médio, só os bonecos de personagens mais caricatos ou de desenho animado são iguais aos originais. O resto ficou bronzeado demais. O Elvis  Presley marrom-bombom que tem no museu é hilário.


O museu das motos eu gostei muito, mas não aproveitei a visita como queria.  O museu fica na verdade em um bar. É um lugar muito legal, com várias motos lindas espalhadas por todo bar.  A minha visita lá se resumiu a menos de meia hora. Foi uma correria horrorosa.  Fiquei com vontade de voltar lá durante a noite, para ficar no bar. Mas infelizmente não sobrou tempo para isso desta vez. O ponto negativo da viagem realmente foi o excesso de programas em um mesmo dia, o que resultou em visitas apressadas em muitas paradas. Outro ponto negativo foi o dia do tour de compras, achei que perdemos tempo visitando lojas caras quando poderíamos estar passando por locais bacanas. Mas pelo que notei, o turista que está em excursões dificilmente escapa deste tipo de passeio. As agências turísticas ganham comissões pelas vendas, então incluem este tipo de passeio no pacote e ainda falam que é cortesia. Obviamente o valor deste passeio já está incluso nos custos gerais da viagem.  O tour de compras valeu pelo tênis que comprei lá. Lindo é confortável. Nunca pensei que ia para o sul para comprar tênis! Sim, a excursão nos levou numa loja de artigos esportivos!  Achei surreal, mas já que estava lá fui olhar a loja. Aliás, eu desci em todas as paradas. Faço questão de aproveitar bem a viagem, mesmo que alguns passeios não sejam muito animadores.  Aproveitei muito a viagem e os passeios legais superaram em muito os passeios mais ou menos. A viagem foi fantástica. Valeu a pena mesmo! :) 


Agora vou tentar voltar a minha programação normal de postagens com o blog.  Vamos ver se continuo tendo pique para manter 5 posts por semana aqui! :)


 

Comentários

  1. eu até hj tenho saudades de canela. realmente é bem melhor voltar aos poucos. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  2. O dia de compras realmente só serve pra aumentar a comissão dos guias. Eles nos levam em lojas caríssimas depois de um dia lotado de passeios, ou seja, só vamos descobrir que dá pra comprar as mesmas coisas pela metade do preço no centro da cidade DEPOIS do dia das compras.
    Eu me arrependi de cada centavo que gastei nesse dia (e não foi muito). Eu acabava passeando nos arredores das lojas pra fotografar em vez de entrar nas lojas, rs. Assim consegui umas fotos lindas de uma praça, e também conheci um cemitério local!!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Pedrita, eu vou dar um jeito de voltar logo para lá.

    Rê, só você para conhecer um cemitério numa viagem assim! Se bem que eu vi muitos cemitérios durante as viagens pelas estradas. Cemitérios pequenos, nos vilarejos.

    Eu comprei este gorro de carneiro sintético. Adorei ele, nem sei se paguei caro, mas foi muito útil, esquentou bem a minha cabeça no meio daquele friozão!


    Beijos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Ovono

Papel e caneta